Emprego formal é maior entre jovens A retomada de emprego formal tem sido puxada por jovens de até 24 anos. Nos últimos 12 meses, cerca de 1,1 milhão de jovens foram contratados com carteira assinada em todo o país. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O saldo de novos empregos formais só é positivo entre os trabalhadores de até 29 anos. Acima de 30 anos, a perda de vagas continua, mas em menor intensidade. De acordo com a pesquisa, houve um fechamento de mais de 613 mil vagas de outubro do ano passado a setembro deste ano nessa faixa etária.

Isso significa que os jovens (que mais sofreram com a crise) são os primeiros a recuperar espaço no mercado de trabalho. O segmento teve uma taxa de desemprego superior a 28,1% em 2017, segundo a Pnad Contínua.

O governo federal apresenta nesta terça-feira (05) um pacote de medidas para estimular o emprego entre jovens de 18 a 29 anos. Entre elas, uma que diz que as empresas não serão obrigadas a recolher INSS e FGTS deste grupo de trabalhadores.