Polícia Civil do RJ realiza operação contra falsos motoristas de aplicativos Motoristas de aplicativo que usam perfis falsos são o alvo de uma operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (04). Os acusados pegam passageiros no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro. A delegacia que opera nos terminais (Dairj) identificou pelo menos 10 motoristas nas investigações.

Os acusados, segundo a polícia, foram banidos das plataformas por infrações e violações ao código de ética, mas entraram novamente no sistema com dados de outras pessoas.

Até o início da manhã, dois motoristas foram presos em flagrante.

De acordo com a delegada titular da especializada, Tatiana Queiroz, as investigações duraram seis meses, a partir de registros de ocorrência de passageiros lesados, e contaram com a colaboração das empresas para identificar os motoristas.

Os suspeitos responderão por falsidade ideológica, que prevê até três anos de cadeia.

Agentes fazem buscas no estacionamento de carros de aplicativos dos terminais e montam blitzes na Avenida 20 de Janeiro, que dá acesso ao aeroporto.

Alguns motoristas manifestaram apoio, mas não quiseram ser identificados.