Publicidade

Neymar lê livro de Max Lucado antes de amistoso

Na noite que antecede o amistoso entre Brasil e Catar, Neymar resolveu atender a um pedido da mãe, Nadine. Acusado de estupro e alvo de investigação por publicar fotos íntimas da mulher com quem se envolveu em Paris, antes de dormir ele registrou o que estava fazendo nas redes sociais: lendo o livro “Dez Homens da Bíblia - Como Deus usou pessoas imperfeitas para mudar o mundo”, de Max Lucado.



O jogador já havia postado uma foto do livro no Instagram ainda quando estava na Granja Comary. A busca por um refúgio na religião em meio ao momento conturbado foi um conselho que a mãe, Nadine, fez em postagem recente nas redes sociais, já após a divulgação do boletim de ocorrência contra o jogador.



Neymar postou três imagens com textos bíblicos reproduzidos no livro de Max Lucado. A primeira é registrada em João 14.27. "Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbe o seu coração, nem tenham medo".



No texto bíblico que ele leu na madrugada desta quarta-feira, o jogador encontrou um contraste entre seres humanos e Deus, segundo Isaías 55.8-9: "'Pois os meus pensamentos não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos', declara o Senhor. 'Assim como os céus são mais altos do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os seus pensamentos'".



O livro lido por Neymar traz uma sugestão de oração ao término de cada capítulo. A mensagem da vez foi: "Nenhuma situação e nenhuma circunstância nesse mundo estão além da tua capacidade de transformar, por isso, sabemos que sempre existe esperança - mesmo quando não podemos ver".



O presidente Jair Bolsonaro afirmou que irá ao jogo de hoje à noite e pretende cumprimentar Neymar.



"Devo ir ao jogo e quero dar um abraço no Neymar. É um garoto que está em um momento difícil, mas eu acredito nele", disse o presidente.



A seleção brasileira segue concentrada para o amisto de hoje contra o Catar, às 21h30, no estádio Mané Garrincha.