Milagre: bebê acorda após sete meses em coma Uma família da cidade de Bristol, na Inglaterra, viveu um verdadeiro milagre após meses de angústia e preocupação.

O pequeno Michael Labuschagne, de um ano e meio, esteve em coma durante sete meses após acordar sem fôlego, em 15 de março, ser levado para a emergência do hospital local e ser diagnosticado com parada cardíaca.

Os médicos temiam que o bebê de apenas 10 meses jamais voltaria a abrir os olhos. No entanto o milagre aconteceu e Michael despertou com um largo sorriso para o pai, Stuart Labuschagne. A felicidade ficou ainda mais completa depois que exames não apontaram danos cerebrais causados pela parada cardíaca.

Porém, Michael ainda terá que lutar pela vida. Quando estava desacordado, foi diagnosticado com uma doença rara chamada fibroma cardíaco – um tumor anexado dentro da câmara esquerda do coração.

Os pais conseguiram arrecadar dinheiro para operar o bebê em um hospital infantil em Boston, nos Estados Unidos, que tinha histórico em operar pacientes de fibroma cardíaco com 100% de sucesso.

Eles fizeram uma campanha de arrecadação na internet e conseguiram 160 mil libras (R$ 824 mil) em doações, incluindo a participação do ex-treinador de futebol, Harry Redknapp.

O dinheiro que não for utilizado será entregue para famílias de outros pacientes.

A cirurgia de Michael deve acontecer apenas em abril de 2020, quando seu coração estiver maior e mais forte. Enquanto isso, o bebê ficará em casa com um desfibrilador e marcapasso.