Bíblia vira O presidente Jair Bolsonaro foi ao Twitter comentar as declarações da procuradora do Ministério Público do Rio de Janeiro Simone Sibilio, que afirmou, nesta quarta-feira (30) que o porteiro que envolveu seu nome na morte da vereadora Marielle Franco mentiu em depoimento à Polícia Civil.

Em sua conta oficial na rede social, Bolsonaro utilizou o slogan de sua campanha, um versículo da Bíblia, para compartilhar a informação de que o funcionário do condomínio mentiu. “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará! João 8:32”, diz a publicação.

Este também foi o versículo usado pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, para iniciar o discurso que rebateu a acusação de Bolsonaro de que ele teria vazado o caso do porteiro, que corria em segredo de justiça, à TV Globo.

"No dia 9 de outubro, às 21 horas, eu estava no Clube Naval do Rio de Janeiro quando o governador Witzel chegou para mim e disse: o processo está no Supremo", contou Bolsonaro. "Que processo? O que eu tenho a ver? E o Witzel disse que o porteiro citou meu nome. Ele sabia do processo que estava em segredo de Justiça”, comentou Bolsonaro em live direto do Oriente Médio.