Silas Malafaia acusa Benedita da Silva de deturpar Bíblia em favor do partido “Benedita, pare de falar asneira! No Estadão ela diz que a Bíblia fala de gênero. Absurdo! A Bíblia fala de macho e fêmea, um foi feito para o outro. Não fala de bissexuais ou andrógenos. Gênero masculino e feminino, só na gramática. Sexo masculino e feminino cientificamente comprovado”, esbravejou o pastor Silas Malafaia, líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, em seu Twitter, contra a entrevista concedida pela deputada federal Benedita da Silva ao Estadão.

A deputada federal declarou que a postura de oposição dos evangélicos conservadores à ideologia de gênero é “retrocesso” pois, segundo ela, “a Bíblia fala de gênero”.

A declaração foi dada em um tom de crítica à ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, que tem postura frontalmente contrária à agenda progressista adotada pelos governos petistas dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff.

“Não há avanço. Há retrocesso. Inventaram de combater uma tal de ideologia de gênero, que até hoje eu não sei o que é. Eu sou evangélica e a Bíblia fala de gênero. A palavra era essa. Nós, mulheres, temos grandes conquistas, até mesmo na igreja. Esse mundo é das mulheres. Nós vamos chegar lá. Mas vamos encontrar resistências também, né? Os homens se sentem ameaçados porque eles sempre estiveram no comando”, declarou a parlamentar na entrevista.

Malafaia ainda fez outros tuítes e acrescentou situações relacionadas ao comportamento humano:

“Aprende, Benedita! O ser humano foi feito para fumar? Não! Mas fuma. Foi feito para cheirar cocaína? Não! Mas cheira. Foi feito para ser bi ou homossexual? Não! mas é. Por quê? Tem o livre arbítrio e o poder do pecado para contrariar a sua própria natureza. Macho e fêmea”, tuitou.