Polícia Civil prende bando que planejava invadir o Maracanã

Agentes da Polícia Civil do Rio de Janeiro realizam operação na manhã desta terça-feira (22) para prender um grupo que pretendia invadir o Maracanã durante o confronto entre Flamengo e Grêmio, amanhã, válido pela semifinal da Copa Libertadores.

A ação cumpre 27 mandados de prisão temporária em vários bairros das zonas Norte e Sul do Rio, além de municípios da Baixada Fluminense, Região dos Lagos e Niterói. Pelo menos 20 pessoas já foram presas.



Até as 9h, um homem tinha morrido em Manguinhos, e outros dois foram baleados no Jacarezinho - um deles dentro de um ônibus. 



Segundo as investigações, o grupo estava disposto a enfrentar a polícia, apesar do policiamento reforçado, e também assaltaria outros torcedores no caminho para o estádio.



Alguns dos investigados têm antecedentes criminais e já respondem a processos no Juizado do Torcedor por má conduta em estádios de futebol.

De acordo com a polícia, esses pseudos torcedores se mobilizavam através de redes sociais e, através de áudios, os integrantes do bando diziam que "nada impediria" a invasão ao estádio.

O grupo também planejava a venda de ingressos falsos.

Ao todo, 300 homens em 113 equipes foram mobilizadas para ações na região metropolitana e no interior do estado.