Mãe de Neymar diz que é hora do filho voltar para Jesus

Uma imagem marcou a conquista do futebol masculino brasileiro nas Olimpíadas 2016. Neymar com uma faixa na cabeça escrito “Jesus” comemorava o primeiro ouro da categoria na história das Olimpíadas. Após ser acusado por estupro, as lembranças do atleta de Cristo parecem ter ficado ainda mais distantes. Tanto que a mãe de Neymar, Nadine Gonçalves, usou hoje o Instagram para fazer um apelo ao craque:





“Filho, neste momento em que tudo finalmente está sendo esclarecido e a verdade de Deus está vindo à tona, é hora de aprender com tudo isso e voltar para Jesus Cristo, seu primeiro amor. Ele é o único que realmente conhece seu coração, confie Nele.”



Nadine também orientou o filho a se concentrar no que ele mais gosta, que é o futebol. “É isso que vai lhe devolver a alegria que andou desaparecida nos últimos dias”, completou.



A mãe do atleta ainda afirmou que por “sermos cristãos”, é preciso perdoar a mulher responsável pela acusação de estupro. “Eu e sua irmã, como mulheres, podemos te garantir que ela não nos representa. Te amo muito e continuarei orando por você todos os dias da minha vida. Deus te abençoe”, encerrou.



Atualização do caso

O escritório de advocacia Fernandes e Abreu Advogados, contratado pela mulher que acusa o jogador Neymar de estupro, rescindiu o contrato com a cliente. A alegação é de que ela havia relatado agressão, sem mencionar estupro, no primeiro relato.



O escritório afirma ainda que a "alteração na verdade dos fatos" pode configurar denunciação caluniosa (crime tipificado no Código Penal). Ainda segundo o escritório, a mulher contratou um novo advogado e registrou o boletim de ocorrência na sexta-feira (31) e citou o fato em Paris como "estupro".



A atual representante da suposta vítima, Yasmin Pastore Abdala, contradiz a versão dos advogados anteriores e afirma que sua cliente disse ao ex-advogado que o jogador "a espancou e a estuprou".