Exército turco avança contra a Síria

Exércitos da Turquia começaram uma ofensiva contra militantes curdos que controlam o Nordeste da Síria. A operação ocorre dias depois de os Estados Unidos retirarem seus soldados da região. Ela foi confirmada pelo presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.



Aviões de guerra turcos já começaram a atacar posições no Norte da Síria, informou um porta-voz dos combatentes curdos. As cidades de Ras al-Ayn e Tal Abyad  foram alvo de bombardeios aéreos, de acordo com uma fonte de segurança turca.



No começo da manhã desta quarta-feira (09), um pequeno grupo de forças especiais turcas entrou na Síria por dois pontos ao longo da fronteira, perto das duas cidades sírias, disse mais cedo uma autoridade turca, que falou sob condição de anonimato à Bloomberg.



Os curdos foram os principais aliados dos EUA para derrotar o grupo jihadista Estado Islâmico (IS) na Síria. Apesar disso,  a Turquia considera a milícia curda das Forças Democráticas Sírias (FDS), lideradas pelos curdos, como um grupo terrorista. A milícia curda YPG, que forma a espinha dorsal das FDS, mantém dezenas de milhares de combatentes jihadistas e suas famílias detidos em campos e centros de detenção no nordeste da Síria.  Após o ataque, os curdos pediram para os Estados Unidos por um zona sem tráfego aéreo, para impedir a ofensiva.