Magistrados fazem hoje (04) ato em favor da juíza esfaqueada por um procurador

O procurador da Fazenda Nacional Matheus Carneiro Assunção foi preso nesta quinta-feira (03) após tentar matar a juíza federal Louise Filgueiras, no Tribunal Regional Federal da 3ª Região. A informação foi revelada pela revista eletrônica Consultor Jurídico (Conjur).



Assunção atacou a magistrada com uma faca, golpeando-a no pescoço, e deixando ferimentos leves. 



Ele invadiu o gabinete da magistrada, que atua em substituição ao desembargador Paulo Fontes, que está em período de férias. O agressor, segundo testemunha, atingiu a juíza próximo à jugular.



O TRF-3 tem jurisdição em São Paulo e Mato Grosso do Sul. Sua sede fica na Avenida Paulista.



A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), em conjunto com a Associação dos Juízes Federais de São Paulo e Mato Grosso do Sul (Ajufesp), soltou uma nota pública ontem à noite sobre a agressão. 



Os magistrados decidiram realizar nesta sexta-feira (04), às 16h, um ato contra os ataques que a magistratura vem sofrendo e em solidariedade à juíza. O ato será realizado em frente ao Fórum Federal Pedro Lessa, na Avenida Paulista, São Paulo/SP.