Corpo de pastora é encontrado dentro de geladeira

Um novo caso de feminicídio foi registrado no Rio de Janeiro. Desta vez, a vítima foi uma pastora. O corpo de Ione dos Santos foi encontrado no sábado (28) dentro de uma geladeira no município de Miguel Pereira, no Sul Fluminense. O caso ocorreu na casa da vítima.  Segundo a polícia, a líder religiosa, que também era juíza de paz, estava desaparecida há dias. Agentes da 96ª (Miguel Pereira) investigam o caso.



O principal suspeito do crime é Luan Nilton Martins, de 30 anos, que era namorado da vítima. Luan foi morto no último dia 25, em uma troca de tiros com policiais militares de São Paulo, em Aparecida de São Manuel. Na ocorrência, dois policiais foram baleados e um foi morto. Segundo a polícia, ele teria fugido após matar a pastora. Luan era ex-presidiário e vivia com a vítima.



O irmão de Ione foi quem encontrou o corpo, segundo a Polícia Civil. Ele contou, em depoimento, que estranhou a falta de comunicação da irmã no dia de seu aniversário e decidiu procurá-la. Durante uma pesquisa na internet reconheceu a foto do cunhado que se envolveu na ocorrência com a polícia paulista e decidiu ir até a casa de Ione. No imóvel ele encontrou a geladeira ligada, amarrada com arames e com a porta virada para a parede.



O corpo, sem sinais de agressão aparentes, foi encaminhado para o Instituto Médico Legal de Barra do Piraí. A polícia acredita que ela tenha sido colocada ainda com vida dentro da geladeira.