Golpe no WhatsApp usa falso link OLX para pedir dinheiro a contatos da vítima

Cada dia mais comuns, os golpes por WhatsApp têm causado transtorno aos usuários do aplicativo em todo o país. Em Campo Grande/MS, um empresário teve a conta clonada após clicar em um link supostamente enviado pelo OLX, site de classificados. 

 “Não consigo fazer transferência para ele, queria ver se você consegue fazer aí para mim, até amanhã eu te devolvo o valor sem falta, se não for atrapalhar”.



Foi essa mesma mensagem que toda a lista de contatos do empresário recebeu esta semana. O golpe começou depois que a vítima anunciou a venda de um carro no OLX e começou a receber mensagens.



Por WhatsApp, o empresário recebeu um pedido de confirmação de login, supostamente enviado pela OLX. Na correria do dia a dia, ele clicou no link que na verdade era um vírus enviado por golpistas e imediatamente perdeu o acesso, não só ao aplicativo, mas de todas as funções do celular. 



A partir daí começaram as ligações de familiares e amigos preocupados com o pedido de “empréstimo”. Sem contato com o empresário, os alvos dos estelionatários começaram a ligar para as pessoas mais próximas dele na intenção de ajudar e acabavam descobrindo o golpe.



Para cada contato da lista, os estelionatários usavam um tipo de tratamento e pediam uma quantia diferente, entre mil e 2 mil reais. Por mensagem pediam ainda para o depósito ser feito em TED, na conta de uma mulher e se a pessoa se oferecesse para entregar o dinheiro pessoalmente ou questionasse o motivo de não conseguir contato via ligação, a resposta era a mesma: “não estou na cidade”.



No Rio de Janeiro, o empresário Daniel Ferreira também foi vítima de um golpe semelhante.



"Eu fiz um anúncio e, logo em seguida me ligaram, pedindo um senha que tinham enviado ao meu celular. Ao desligar a ligação, vi que meu WhatsApp não estava mais entrando. Eles mudaram a minha senha. Eles não tiveram como ver minhas fotos e conversas, somente meus contatos. O impacto disso é muito ruim, porque vc se sente mal por não ter o que fazer. Nem a operadora e nem a fabricante do aparellho conseguem resolver o problema”, disse o empresário.



A solução que Daniel encontrou foi não tentar abrir mais o aplicativo e esperar as horas que o WhatsApp dá para fazer uma nova senha.



Para se proteger deste e de outros tipos de golpes que se multiplicam mais que “Bom dia” no WhatsApp, especialistas orientam os usuários a não clicarem em links compartilhados, mesmo que você pareça conhecer a origem.



Siga as orientações do WhatsApp divulgadas neste vídeo e tenha mais segurança em suas trocas de mensagens.