Moro confia que morte de menina Agatha será esclarecida

O ministro da Justiça, Sergio Moro, lamentou a morte da menina Ágatha Vitória Sales Félix, de oito anos, e disse confiar que os fatos serão "completamente esclarecidos pelas autoridades" do Rio de Janeiro. Ágatha foi atingida nas costas por um tiro de fuzil dentro da Kombi em que viajava, no Complexo do Alemão, na noite de sexta-feira (20). O caso ocorreu durante suposto confronto entre traficantes e a Polícia Militar do Rio na região.



Em nota, o governador Wilson Witzel determinou máximo rigor para que sejam investigadas todas as circunstâncias que causaram o episódio. Segundo a nota, a Corregedoria da Polícia Militar abriu procedimento para apurar a ação dos policiais envolvidos no episódio. A Delegacia de Homicídios informou que já periciou o veículo e também ouviu o depoimento de parentes da menina, do motorista da Kombi e de outras testemunhas que estavam no local.



A guerra pelo tráfico de drogas no Rio de Janeiro também provocou a morte de cinco polícias nos últimos seis dias.  A última morte registrada foi a do cabo da Polícia Militar, Felipe Brasileiro Pinheiro, de 34 anos, baleado em uma operação no Complexo do Alemão na última quarta-feira e que faleceu na tarde de sábado (21).