Vivencie o amor de Deus

Vivencie o amor de Deus

“Em espírito e em verdade”. (João 4.23,24)

A intensidade e sensibilidade pela vida transcendem ritos e formalidades.

Há valor em se aproximar de Deus em gratidão, com sinceridade, em qualquer lugar, em qualquer momento. Quando descobrimos o valor da intimidade, descobrimos que a amizade com Deus independe de local ou ritual. Intimidade significa a “vida doméstica, cotidiana, relação muito próxima, amizade íntima, familiaridade”.

João 4.23-24 na versão A Mensagem diz: “O que conta para Deus é quem você é e como você vive. Seu culto deve envolver o seu espírito na busca da verdade. Este é o tipo de gente que o Pai está procurando: aquele que é simples e honesto na presença dele, em seu culto. Deus é Espirito, e quem O adora deve fazê-lo de maneira genuína, algo que venha do espírito, do mais íntimo do ser”.

Ir à igreja continua sendo importante não por obrigação, mas por comunhão, mas que a sua familiaridade com Deus o considere na sua rotina, nas suas decisões, em seus pensamentos. 

Você já experimentou contemplar a natureza ou qualquer outra coisa? Contemplar é meditar, refletir, ter atenção plena, é compreender adequadamente. 

Esta forma de contemplação significa "ter" e "experimentar" algo ao invés de compreender uma teoria através da razão ou do raciocínio.

Contemple a Deus! Experimente Seu amor! Acalme-se diante desse amor infalível! 

Jesus ressuscitou para nos fazer experimentar, desfrutar, aproveitar, se deliciar, comprovar, vivenciar, prezar e aproveitar a Sua amizade com Ele e toda a vida abundante conquistada na cruz para cada um de nós!

Feliz Páscoa e desejo que você compreenda e experimente o amor de Jesus por você!


Siga-nos

s