Saiba quem era Jerominho, ex-vereador assassinado no Rio O ex-vereador e ex-policial civil Jerônimo Guimarães Filho, morto nessa quinta-feira (04) com dois tiros de fuzil em Campo Grande, zona oeste do Rio de Janeiro, esteve preso entre 2007 e 2018, juntamente com o irmão Natalino Guimarães, que foi deputado estadual e também policial civil. Eles são apontados como fundadores da primeira milícia do Rio de Janeiro, a Liga da Justiça, criada na zona oeste.

O símbolo da milícia é um morcego, e as casas que tinham a figura na frente do imóvel recebiam proteção do grupo paramilitar.

De acordo com a Polícia Civil, o grupo atua na zona oeste e é acusado de homicídios, extorsões e comércio irregular na venda de água e botijões de gás.

Jerominho foi vereador do Rio de Janeiro, pelo PMDB, por dois mandatos, entre 2000 e 2008. Em 2000, foi eleito com 20.560, e em 2004, com 33.373 votos. Contudo, um ano antes de terminar seu segundo mandato na Câmara Municipal do Rio, ele foi preso e permaneceu em penitenciárias federais por 11 anos.

O ex-parlamentar foi um dos 227 indiciados na CPI das Milícias, que chegou ao fim na Alerj em 2008 e foi um marco contra o crime organizado no Rio.

Em dezembro do ano passado, Jerominho foi novamente preso durante operação da Polícia Civil, acusado extorquir dinheiro de motoristas de transporte alternativo em Campo Grande. A prisão, no entanto, foi revogada uma semana depois, porque a sentença foi expedida em relação ao mesmo processo em que ele já havia cumprido pena em presídio federal, junto com o irmão Natalino.

Dias antes da prisão, o ex-vereador anunciou em uma rede social que pretendia se candidatar a deputado federal pelo Patriota.

A Liga da Justiça é a maior e mais conhecida facção de milicianos do Rio de Janeiro. O nome é uma referência a um grupo de super-heróis de revistas em quadrinhos. O símbolo do grupo é o escudo de outro personagem dos quadrinhos, Batman.

De acordo com a polícia, além dos irmãos Jerominho e Natalino, o genro do ex-vereador, conhecido pelo apelido de Batman, participou da criação da Liga da Justiça.