Universal leva cinema a detentas Com objetivo de ressocializar as internas da Cadeia Pública Feminina, a Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania de Boa Vista/RR recebeu na unidade o projeto Cinema Solidário, da Igreja Universal, que há dois anos e meio atua dentro das instituições prisionais com atividades recreativas por meio do programa UNP (A Universal nos Presídios).

Com exceção das 35 reeducandas em regime semiaberto que trabalham durante o dia, nesta quinta, 19, e sexta-feira, 20, as demais 169 internas assistiram ao filme “Nada a Perder 2”, que conta a história do Bispo Edir Macedo e da Igreja Universal, e também fala sobre fé e superação.

Para a diretora da unidade, Fabiany Leandro, realizar essas atividades recreativas é uma das prioridades da Cadeia Pública Feminina porque são positivos e trazem distração e lazer para as internas.

“O público feminino tem uma especificidade diferente e nesta tarde elas puderam ter contato com o filme e com certeza levarão essa mensagem adiante no cumprimento de suas penas”, pontuou.

O bispo da Igreja Universal, Wilker Rocha, disse que este é um trabalho espiritual, com foco na ressocialização das detentas.

“Trazemos a Palavra de Deus para tirar a revolta do coração dos detentos, mas também a gente trabalha com a família, que visitamos e ajudamos com alimentação”, acrescentou.

Foi a primeira vez que o Cine Solidário esteve na Cadeia Pública Feminina, mas toda semana a UNP está na unidade com cursos de artesanato e com a prática de esportes, como vôlei e futebol.