Medalhista de ouro olímpica glorifica a Deus após quebrar seu próprio recorde mundial A medalhista de ouro olímpica dos EUA Sydney McLaughlin creditou a Deus o fato de ela ter feito história novamente este mês ao quebrar seu recorde mundial nos 400 metros com barreiras no Campeonato Mundial de Atletismo em Eugene, Oregon.

Na sexta-feira (22), McLaughlin terminou o obstáculo em 50s68, marcando a quarta vez em 13 meses que a jovem de 22 anos estabeleceu um novo recorde mundial dos 400 metros com barreiras. No ano passado, ela fez história nos Jogos Olímpicos de Tóquio, quando estabeleceu o recorde mundial com o tempo de 51s90.

Em resposta à sua vitória histórica, no sábado (23), a atleta citou as Escrituras no Instagram.

"'Então vamos corajosamente ao trono de nosso Deus gracioso. Lá receberemos Sua misericórdia, e encontraremos graça para nos ajudar quando mais precisarmos.' - Hebreus 4:16."
"Louvado seja o Nome Dele", declarou ela.

McLaughlin continuou: "Que dia lindo foi ontem. Preparando-se para este encontro, o núcleo da minha equipe estava centrado em torno da fé e da crença. A quantidade de oração juntamente com o trabalho duro foi divinamente culminada em 50.68 segundos. Pela graça de Deus, alcançamos nosso objetivo."

A atleta, que se casou com o ex-jogador da NFL Andre Levrone Jr. em maio, terminou seu post agradecendo ao marido, família, seu treinador e seus apoiadores.

"Vamos continuar empurrando os limites do esporte porque com Deus, todas as coisas são possíveis! Deus abençoe", disse McLaughlin.

Os Estados Unidos conquistaram seu terceiro título mundial consecutivo de revezamento 4x400 metros feminino na competição no Campeonato Mundial de Eugene.

De acordo com a Reuters, McLaughlin trouxe o ouro para casa para o time dos EUA com um tempo de 47.91.

"Vou ter que começar dizendo toda a glória a Deus", disse McLaughlin à NBC Sports. "Nestes últimos dias se preparando para esta corrida, Hebreus 4:16 tem estado em minha mente, vindo corajosamente ao Seu trono para receber misericórdia e graça. E eu acho que Ele realmente me deu forças para fazê-lo hoje, então toda a glória vai para Deus."

A jovem disse que acredita que da próxima vez, ela poderá terminar a corrida ainda mais rápido.