Ataque a míssil contra igreja deixa um morto e vários feridos em igreja na Síria Uma pessoa morreu e 12 ficaram feridas na Síria neste domingo (24) em um ataque com um míssil durante a inauguração de uma igreja na província central de Hama, disse a agência oficial Sana.

O ataque foi feito com um drone armado, segundo a agência síria.

Por sua vez, o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH), que tem uma ampla rede de informantes na Síria, confirmou o disparo e explicou que pode ser um ataque de granada ou drone das facções rebeldes instaladas em áreas próximas. O OSDH falou de um civil morto e vários feridos.

Este ataque ocorre dois dias depois que os bombardeios russos deixaram sete mortos (quatro menores) na região de Idlib (noroeste), o último reduto jihadista e rebelde do país.

Aproximadamente metade da província de Idlib e partes das províncias de Aleppo, Hama e Latakia são controladas por facções que se opõem ao regime em Damasco, como Hayat Tahrir al-Sham, o antigo ramo sírio da Al Qaeda.

Da mesma forma, esta área abriga grupos rebeldes, apoiados de diferentes maneiras pela Turquia, e outras formações jihadistas, como Hurras al-Din.

Em março de 2020, Rússia e Turquia concordaram com uma trégua em Idlib e regiões vizinhas. Apesar dos ataques esporádicos de cada lado (incluindo bombardeios de aviões russos), a trégua continua em vigor.