Netflix perde quase 1 milhão de assinantes e diz que esperava uma perda maior A Netflix perdeu 970 mil assinantes entre o primeiro e o segundo trimestres, em vez dos dois milhões esperados, anunciou a gigante do streaming na terça-feira (19).

O serviço agora tem 220,67 milhões de assinantes em todo o mundo, mas a decepção começou em abril, quando admitiu ter perdido assinantes pela primeira vez em uma década durante o primeiro trimestre de 2022. A queda foi parcialmente atribuída à perda de assinantes no mercado russo depois que a Netflix suspendeu os serviços por lá, devido à invasão da Ucrânia pela Rússia.

A empresa planeja recuperar um milhão de assinantes no terceiro trimestre e atingir 221,67 milhões de assinantes pagantes.

Novos modelos de assinatura
No entanto, a gigante do streaming está procurando limitar o compartilhamento de senhas fora das casas. Em vários países da América Latina, a Netflix agora cobra um valor a mais de quem compartilha uma conta com um usuário que mora fora de casa.

O serviço de streaming indicou que está considerando uma série de métodos de faturamento, antes de aplicar uma estrutura de taxas diferente a todos os seus assinantes.

Executivos da Netflix anunciaram em abril que pretendem oferecer um modelo de assinatura mais barato, que conterá adicionais, após anos de recusa desse modelo de taxa.

A perda de assinantes resultou em demissões, com mais de 400 funcionários dispensados no último trimestre, a maioria nos EUA.