Reino Unido tem onda de calor sem precedentes O sistema de meteorologia do Reino Unido informou na tarde desta terça-feira (hora local) que Londres atingiu 40°. Extraoficialmente, isso quebra o recorde de maior temperatura registrada no Reino Unido.

Isso foi apenas por volta do meio-dia, e o Met Office prevê que as temperaturas subam mais nas horas seguintes nesta terça-feira à tarde.

O forte calor também é sentido em partes da Itália, Alemanha, Luxemburgo, Bélgica e Holanda.

O Reino Unido é uma parte do mundo que não está acostumada a este nível de calor. A temperatura média alta em Londres em meados de julho não costuma passar dos 30°.

A população reclama que não tem em suas casas e trabalho uma infraestrutura para suportar uma onda de calor sem precedentes como esta.

Pista de aeroporto derretida
Um dos maiores aeroportos do Reino Unido suspendeu os voos ontem depois que altas temperaturas danificaram uma pista. As temperaturas subiram até 37 graus Celsius em algumas partes do país.

O Aeroporto de Londres Luton anunciou a situação via Twitter e atualizou seu status quando o aeroporto retomou as operações na noite do mesmo dia.

Um "reparo essencial da pista" foi necessário "depois que altas temperaturas da superfície fizeram com que uma pequena seção se levantasse", disse o aeroporto no Twitter.