Polícia diz que “bom samaritano” armado evitou que atirador matasse mais pessoas em shopping nos EUA Pelo menos três pessoas foram mortas e outras ficaram feridas após um atirador abrir fogo em um shopping center no subúrbio de Indianápolis, nos EUA, de acordo com relatos locais. No entanto, segundo a polícia, a tragédia poderia ter sido maior se o suspeito não tivesse sido morto.

O chefe de Greenwood, James Ison, disse que "um bom samaritano com uma arma" na cena do crime matou o atirador. Ele disse que outros dois suspeitos ficaram feridos e estão sendo tratados em hospitais da região.

O homem que atirou no suspeito, identificado como um jovem de 22 anos do condado de Bartholomew, tinha uma licença legal de arma e está cooperando plenamente com a polícia.

O atirador só foi descrito como um homem adulto. A polícia disse que ele tinha um rifle longo e vários carregadores de munição.

Policiais responderam a um chamado sobre um atirador ativo no Shopping Greenwood Park em Greenwood, Indiana, pouco depois das 18h desse domingo (17).

Os serviços de emergência chegaram ao local enquanto policiais trabalhavam para proteger a cena.

O prefeito de Greenwood, Mark Myers, disse em um comunicado emitido no domingo à noite que o tiroteio foi uma tragédia que atingiu "o centro de nossa comunidade".

"Por favor, ofereçam suas orações às vítimas e aos nossos socorristas", disse Myers.

Imagem: Pixabay