Bolsonaro participa de eventos da Assembleia de Deus no MA e fala que Brasil terá deflação Momentos antes de participar da abertura da Assembleia Geral Ordinária da Convenção dos Ministros das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus do Seta no Maranhão e outros Estados da Federação, o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nessa quarta-feira (13) que com a PEC dos combustíveis e a aprovação na Câmara da PEC dos Benefícios Sociais, o Brasil deve ter “deflação” no próximo mês.

“A taxa de desemprego está despencando. Devemos ter deflação no próximo mês e o Brasil será um dos poucos países no corrente ano que terá PIB positivo. Isso se deve à confiança do governo, no respeito do governo para com vocês e no trabalho de cada um de vocês”, bradou. Bolsonaro ainda voltou a prometer que o país terá uma das gasolinas “mais baratas do mundo” e reclamou do corporativismo em relação à questão.

“Daqui a poucas semanas, teremos uma das gasolinas mais baratas do mundo. Não foi fácil mexer com esse corporativismo dos combustíveis que tem muito dinheiro e é muito forte, mas conseguimos com persistência, atingir o coração deles. É um trabalho do governo federal e também da Câmara e do Senado”, disse em meio a gritos de “mito, mito” e “Lula, ladrão, seu lugar é na prisão”.

Nesta quinta-feira, o presidente  esteve pela manhã em uma visita ao 38º Congresso Estadual das Missionárias e Dirigentes de Círculo de Oração da Convenção Estadual das Assembleias do Maranhão (CEADEMA).

O evento aconteceu na cidade de Vitória do Mearim, a cerca de 181 km de São Luís. No local, Bolsonaro fez um discurso na igreja da Assembleia de Deus. Logo depois, Bolsonaro foi para São Luís de onde parte de volta para Brasília.




*Foto: Reprodução / Redes Sociais