Governo prorroga prazo para atualização do CadÚnico. Saiba como proceder

O governo federal prorrogou o prazo para os beneficiários de programas sociais como o Auxílio Brasil atualizarem as informações no Cadastro Único. A revisão cadastral é necessária para famílias que estão há mais de dois anos sem atualizar os dados.

A data-limite para atualização cadastral para evitar o bloqueio do Auxílio Brasil foi adiada para outubro. Já o prazo para evitar o cancelamento da Tarifa Social de Energia Elétrica foi adiado de novembro para dezembro deste ano. 

No caso das famílias que atualizaram o CadÚnico pela última vez em 2016 e 2017, e teriam que revisar as informações até amanhã (15), agora terão até 31 de julho para fazer isso.

É possível saber se está na lista de revisão cadastral lendo as mensagens nos comprovantes de pagamento dos benefícios ou nos postos da Prefeitura da cidade onde mora, que cuidam do Cadastro Único. A atualização cadastral deve ser feita presencialmente, nesses locais. Mas a orientação do governo é agendar o atendimento AQUI.

O que é o CadÚnico

O Cadastro Único é um registro que permite ao governo saber quem são e como vivem as famílias de baixa renda no Brasil. Ele foi criado pelo Governo Federal, mas é operacionalizado e atualizado pelas prefeituras de forma gratuita. Ao se inscrever ou atualizar seus dados no Cadastro Único, você pode tentar participar de vários programas sociais. Cada programa tem uma exigência diferente, mas o primeiro passo é ter sempre seu cadastro atualizado.

Caso o cidadão ainda não esteja cadastrado no Cadastro Único, ele poderá fazer um Pré-Cadastro por meio do aplicativo do Cadastro Único ou na versão web.

No posto de atendimento municipal, a equipe do Cadastro Único irá coletar as demais informações referentes ao domicílio, família, escolaridade, trabalho e remuneração. Para saber onde estão os Postos de Atendimento do Cadastro Único da sua cidade você pode consultar o aplicativo ou encontrar um CRAS mais próximo Clicando Aqui.