Polícia prende suspeito de matar o próprio irmão durante culto A Polícia Civil de Minas Gerais prendeu o suspeito de ter matado um homem a tiros durante um culto no último domingo (10), em São Sebastião do Paraíso, Sudoeste do estado. Ele confessou ser o autor dos disparos que mataram Kauê Alves dos Santos, de 26 anos, que era seu irmão.

O suspeito foi detido durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-116, em Teófilo Otoni, na segunda-feira (11). A PRF prendeu quatro pessoas que estavam no veículo: três homens e uma mulher. O carro tinha placas do Ceará.

Durante a abordagem policial, foram apreendidos dinheiro, 60 munições e uma arma, que pode ter sido utilizada no crime. Ainda de acordo com a PRF, o autor saiu do Ceará para matar o próprio irmão, em Minas. Ele contou que a vítima havia matado o primo deles com a ajuda de um tio, em março deste ano.

Crimes em família
A vítima era tio do menino de 7 anos baleado na cabeça, no mês passado, também em São Sebastião do Paraíso. Na época, a família contou aos bombeiros que a arma escondida na casa foi encontrada por quatro crianças quando o disparo aconteceu acidentalmente.



*Imagem: Pixabay