Pai diz que filhos gêmeos foram usados por Deus para salvá-lo de afogamento Brad Hassig, um quiroprático do Alabama, nos EUA, se lembra de que estava na piscina com seus filhos gêmeos, de 10 anos, Christian e Bridon, em 14 de junho. Sua esposa estava no trabalho e sua filha estava fora.

Enquanto seus meninos jogavam basquete, Hassig se balançava debaixo d'água, tirando um momento para fazer exercícios de respiração nas águas frias e relaxantes. Foi quando, durante um mergulho, tudo ficou em branco.
"Eu não senti nada", disse Hassig. "Tudo ficou branco e eu pensei 'Estou dormindo?"

Hassig disse que a próxima coisa que ele se lembra é de ser puxado para s borda da piscina por seu filho, Bridon, e seu amigo vizinho, Sam Ebert. Enquanto Christian e Same iam buscar ajuda, Bridon começou a fazer Ressuscitação Cardiopulmomar (RCP).

Antes daquele dia, Bridon nunca tinha feito RCP. Ele nunca tinha sido treinado para usar a técnica. Mas ele se lembrou de uma cena do filme de 1993, "O Piloto de Areia", onde um salva-vidas realizou o exercício em um dos personagens principais. Depois de fazer isso várias vezes, Brad acordou e começou a tossir água.

"A mão de Deus estava em cima dele", disse ele.

Indo para o hospital mais tarde, Hassig acredita que seu corpo simplesmente ficou muito relaxado na piscina com seus exercícios de respiração e perdeu a consciência.

"É quase como se você pudesse relaxar demais e sua frequência cardíaca ficar muito baixa", disse ele. "Basicamente, você desmaia."

Hassig, de 46 anos, pensa muito sobre o que poderia ter ocorrido naquele dia. Ele sabe que nem todas as histórias têm finais felizes. Ele sabe que as coisas poderiam ter sido muito diferentes na piscina naquele dia. No entanto, o que ele aprendeu é que seus filhos serão capazes de cuidar de si mesmos.

"Você quer ter alguém para proteger seus filhos e abrigá-los", disse ele. "Parte disso é que você está desenvolvendo-os para que eles possam ter responsabilidade. É reconfortante saber que eles são capazes de fazer isso. Saber que eles têm essa confiança, eles sabem que Deus sempre estará com eles."

Embora o último mês tenha sido um turbilhão, Hassig disse que continua grato por cada dia.

"Qualquer que seja a hora que eu ainda tenho nesta terra, é por causa deles", disse ele.