Comediante Léo Lins faz piada com criança com hidrocefalia e é demitido do SBT O comediante Léo Lins, que trabalhava no programa 'The Noite com Danilo Gentili', no SBT, foi demitido na segunda-feira (04), após repercussão de uma piada com uma criança do Ceará com hidrocefalia, durante sua apresentação em Belém/PA.

Na ocasião, o humorista citou o Teleton, que arrecada dinheiro em ações do SBT em prol da Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD). 

“Eu acho muito legal o Teleton, porque eles ajudam crianças com vários tipos de problema. Vi um vídeo de um garoto no interior do Ceará com hidrocefalia. O lado bom é que o único lugar na cidade onde tem água é a cabeça dele. A família nem mandou tirar, instalou um poço. Agora o pai puxa a água do filho e estão todos felizes tomando banho”, disse. 

A condição é caracterizada pelo acúmulo de líquido dentro da cabeça, entre o osso do crânio e o cérebro. A hidrocefalia pode ocorrer tanto em recém-nascidos quanto ser adquirida após outras condições de saúde, como meningite, tumor, infecção, traumas ou até mesmo com o passar do tempo, devido a perda de volume do cérebro.

A Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) publicou em suas redes sociais uma nota de repúdio à fala de Léo Lins, e afirma aguardar por um pedido de desculpas oficial.

Além disso, apontou o artigo 88 da Lei Brasileira de Inclusão, que prevê multa e prisão para quem "praticar, induzir ou incitar discriminação da pessoa por sua deficiência".

Após a demissão, o comediante Léo Lins publicou em seu Instagram um vídeo em que, indiretamente, se diz vítima do que chamou de "bolhas" e "mundo cor de rosa". Segundo o humorista, as piadas são importantes no processo de formação humana, mesmo que desrespeitosas.

Cancelamento
A de Léo Lins durante a apresentação viralizou e repercutiu negativamente nas redes sociais. Ele foi duramente criticado por internautas.

“O cara que faz piada com uma criança do @TeletonOficial pode ser considerada comediante ou simplesmente desumano, sem noção?! O que acham?”, questionou um internauta.