Polícia apreende equipamentos eletrônicos em imóveis de Flordelis

Policiais da Divisão de Homicídios do Rio de Janeiro que investigam a morte do pastor Anderson do Carmo cumpriram nesta terça-feira (17) quatro mandados de busca e apreensão em endereços ligados à deputada federal Flordelis (PSD-RJ).



As equipes apreenderam celulares da parlamentar e de duas netas dela: Lorrayne e Rayane. Ainda foram retidos computadores e tablets, além de documentos. Dois dos filhos do casal seguem presos pelo assassinato.



A polícia ainda apura a motivação para o homicídio. A suspeita é que Anderson foi morto por motivos financeiros e desavenças sobre a gestão patrimonial da família.



As buscas foram feitas em três endereços, como a casa da parlamentar em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, seu gabinete no centro da capital fluminense e seu apartamento funcional em Brasília. Agentes também retornaram ao local do crime em Niterói, na região metropolitana do Rio.