Bruna Karla é cancelada após dizer que não cantaria em casamento de amigo gay

Famosos do meio secular reagiram contra Bruna Karla depois que a cantora afirmou em um podcast que o casamento gay é “caminho para a morte eterna”.

Durante uma entrevista ao podcast Positivamente, de Karina Bacchi, a cantora gospel recebeu unfollow de Anitta no Instagram e ganhou respostas de Ludmilla e Jão no Twitter.

Há dois dias o nome da Bruna Karla está entre os assuntos mais comentados no Twitter, depois que ela revelou à Karina Bacchi que se recusou a cantar no casamento de um amigo gay e ainda mencionou que homossexuais estão 'condenados ao inferno', citando verdades bíblicas.

Após a repercussão das falas de Bruna, a cantora Anitta, que no passado já chegou a fazer um cover da música Sou Humano, da artista gospel, deixou de segui-la no Instagram.

Em sua rede social, Ludmilla, que é casada com Brunna Gonçalves, repudiou as falas de Bruna Karla: 'Esse é o tipo de discurso que me embrulha o estômago e me deixa revoltada. Pessoas como ela, que se dizem 'porta-vozes' de Deus, descartam e fazem mal a pessoas o tempo inteiro pelo simples fato de elas serem quem elas são!', iniciou a famosa que frequenta uma igreja evangélica e costuma fazer células em casa para estudos bíblicos e louvores.

'Quantos de nós vamos precisar morrer gritando que ISSO NÃO É UMA ESCOLHA?! Mais quanto tempo vamos precisar sofrer pelo direito de amar? Amor ao próximo? Que próximo? Respeito? Pra quem? Chega de ódio. Chega de homofobia. Chega de transfobia. Nós imploramos. Chega!', desabafou Ludmila.

O que poucos entendem é que a atitude de Bruna Karla vista como “discurso de ódio”, na verdade é uma atitude de amor. Justamente por amar ao próximo, ela deseja que as pessoas tenham a oportunidade de desfrutar da vida eterna.

Como a Bíblia diz, “nem todos que dizem Senhor, Senhor herdarão o Reino dos Céus”. A Palavra de Deus ainda lista uma série de pessoas com comportamentos específicos que não alcançarão a vida eterna. E quem lê a Bíblia e a tem como sua lei máxima, entende muito bem o que está escrito em 1Coríntios 6. 9 e 10. Portanto, não só os gays, mas uma série de outras pessoas não desfrutarão da companhia de Deus após o julgamento final.

“Vocês não sabem que os perversos não herdarão o Reino de Deus? Não se deixem enganar: nem imorais, nem idólatras, nem adúlteros, nem homossexuais passivos ou ativos, nem ladrões, nem avarentos, nem alcoólatras, nem caluniadores, nem trapaceiros herdarão o Reino de Deus.”

Portanto, desejar que uma pessoa abandone comportamentos como esses é desejar que ela tenha a vida eterna ao lado de Jesus. Quer presente maior que este?

Quando Bruna Karla deseja que um amigo seja forte para abandonar comportamentos gays, ela deseja que ele desfrute deste precioso tesouro que é a salvação. Mas ele tem todo o direito de recusar. Portanto, não é uma imposição. Não é um discurso de ódio, como muitos proferem contra cristãos que têm convicções firmadas na Palavra de Deus.

Conselho de Franklin Graham

Recentemente em visita ao Brasil, o reverendo Franklin Graham alertou aos cristãos para que não tenham medo de serem perseguidos por dizer as verdades da Bíblia.

“Eu acredito que a Bíblia ensina que Deus criou o homem e a mulher. E o seu plano para um casamento é um homem e uma mulher. E isso não mudou. É isso o que eu acredito. Eu tenho sido chamado como um “pregador do ódio” por aqueles que odeiam a Deus. Eles, na realidade, odeiam os padrões de Deus”, disse o filho do maior evangelista do século 20, Billy Graham.

“Mas eu não venho pregar contra ninguém em particular, ou nenhum grupo. Eu estou aqui apenas para declarar o que a Bíblia ensina. Eu quero encorajar os pastores e igrejas a se manterem firmes na Palavra de Deus. Não precisamos pedir desculpas. A Bíblia diz que é isso o que devemos ensinar”, enfatizou Franklin Graham.

Desculpas

Bruna Karla, no entanto, após o massacre na internet, sob acusações de homofobia, procurou o amigo homossexual, que até então ela não havia citado o nome em sua polêmica declaração. Trata-se do youtuber Bruno Di Simone, que atualmente namora o ex-pastor Felipe Heiderich.

Segundo áudios obtidos pela jornalista de entretenimento Fabia Oliveira, Bruna tentou se desculpar com Bruno.

“Oi, amigo. Tô te mandando essa mensagem, porque dei essa entrevista há um tempo atrás, nem foi agora. E em momento algum eu quis expor a nossa amizade. Na verdade, eu nem falei seu nome. Eu quero te dizer, Bruno, que eu sempre te amei e sempre vou continuar te amando muito. Você é meu amigo e nas amizades a gente sempre respeita as escolhas e a vida de cada um', começou ela.