Padre desmente fake news sobre agressões durante missa

O portal G1 publicou uma notícia nesta segunda-feira (13) em que relata que um homem teria agredido um padre na Igreja Nossa Senhora da Conceição Aparecida, no Cachambi, na Zona Norte do Rio de Janeiro, no domingo (12). No entanto, o padre Gabriel Coelho desmentiu a informação.

No mesmo dia em que a notícia do G1 foi publicada e replicada por outros veículos de imprensa, o pároco que está na igreja há mais de dois anos publicou um vídeo no Instagram para esclarecer o ocorrido.

“Alguns veículos de comunicação estão passando informações que não são verdadeira. Nenhum padre foi agredido aqui na paróquia nesse domingo, na missa das 11 da manhã, na chegada da carreata de Santo Antônio. Padre Aldo entrava com a relíquia de Santo Antônio e daria a bênção. Mas no momento um rapaz teve um momento de surto e foi em direção ao altar, que é o que aparece em vídeos que estão rolando na internet. Mas o padre, nem eu, fomos feridos, nem levemente feridos. Não houve agressão. Houve um movimento no interior da igreja, mas sem nada de gravidade”, disse.

“Emissoras de TV, rádio e veículos impressos estão passando informações que não são verdadeiras. Como podem ver, não tenho marca alguma. Falaram que houve tiro na igreja, que a igreja foi assaltada, que eu fui agredido... de forma alguma, não houve agressão. Houve um desconforto devido a um surto do rapaz, mas ninguém foi ferido ou agredido. Agradeço o carinho e a preocupação de todos, porque a notícia provocou isso, mas segue a vida. Deus os abençoe”, finalizou.

A notícia do G1 dizia que “de acordo com testemunhas, o agressor estava inconformado porque queria se casar novamente e a Igreja Católica não permite”. E que “o autor do ataque não foi identificado, o padre preferiu não registrar a ocorrência na delegacia e o sacerdote sofreu ferimentos leves e passa bem”.

Fiéis comentaram o vídeo do padre, lamentando a fake news e agradecendo os esclarecimentos sobre a notícia que deixou muitos assustados e com medo de ir à igreja.

“Muito bem padre!!!! Gostei da sua atitude, temos que ter cuidado com as fake news!!! Paz e Bem a todos!”, comentou uma seguidora.

“Graças a Deus! Obrigada por este esclarecimento. Realmente, os comentários são totalmente distorcidos e nós, paroquianos ficamos muito preocupados. Estarei compartilhando o seu vídeo. Deus os abençoe cada dia mais”, disse outro fiel.