Ladrão pede perdão a Deus antes de participar de arrastão em igreja

“Jesus me perdoe”. Essa foi a frase que o porteiro da Igreja Assembleia de Deus da Comunidade de Contenda, em Extremoz, na Grande Natal, ouviu um homem encapuzado dizer na noite de quinta-feira (12) antes de entrar para assaltar o templo com mais dois comparsas. O trio invadiu a igreja onde estava acontecendo um culto em ação de graças pelos dois anos do pastor na comunidade.



Pelo menos 60 pessoas estavam na igreja na hora em que os criminosos armados chegaram. Um ficou no muro, outro na porta e um terceiro entrou para recolher os pertences dos fiéis e da igreja. Mesmo diante do assalto, o pregador pediu calma aos irmãos e continuou a oração. De acordo com uma das vítimas, o assaltante abordou cada pessoa pedindo os pertences. Foram roubados celulares, bolsas, relógios e até as alianças de casamento.



Uma outra mulher que participava do culto relatou que nunca viu acontecer isso nos dois anos que mora na localidade. As crianças foram as que ficaram mais assustadas. Até os celebrantes que estavam na parte do altar foram abordados. O trio fugiu em seguida.



A comunidade de Contenda fica na estrada que dá acesso à Praia de Pitangui, uma das mais visitadas do Litoral Norte potiguar.