Franklin Graham, filho do maior evangelista do século 20, está no Rio pela primeira vez

Pela primeira vez, o reverendo Franklin Graham está no Rio de Janeiro, onde neste sábado (11), a partir das 16h, para participar do Esperança Rio. E nesta quinta-feira (09), o filho do maior evangelista do século 20, o saudoso Billy Graham, reuniu a imprensa para dar mais detalhes sobre o evento que promete reunir representantes de mais de 4 mil igrejas em torno do palco montado no posto 2, da Praia de Copacabana. Mas o que ele deseja mesmo é que pessoas que ainda não encontraram um propósito para suas vidas compareçam e recebam a Palavra de Deus em seus corações.

O encontro de hoje foi mediado pelo Pr. Davidson Freitas, diretor executivo do Esperança Rio. A mesa também foi composta por Chris Swanson, vice-presidente de Iniciativas Hispânicas da Associação Evangelística Billy Graham, e pelo Pr. Marcos Bandeira, Presidente do Conselho do Esperança Rio.

Chris Swanson começou comentando sobre todo o período de preparação das igrejas que as direcionaram até o grande dia de celebração. 

“Durante os últimos quase 3 anos estivemos mobilizando e treinando todo o povo de Deus no Rio de Janeiro e seus arredores para a nossa missão de comunicar esperança no nome de Jesus. Provimos oportunidades para cada crente, a fim de que possam se sentir mais preparados em compartilhar sua fé. Envolvemos mais de 4 mil igrejas. Isso traz unidade, porque estamos juntos como igreja na mesma missão”, disse.

Ele citou ainda a importância de se viver o evangelho não só por palavras, mas também na prática. E comentou como a Associação Evangelística Billy Graham levou ajuda aos desabrigados e desalojados pelas chuvas em Petrópolis, em fevereiro.

“Para nós tem sido também uma jornada de poder impactar de maneira prática, respondendo a situações difíceis, assim como ocorreu na enchente de Petrópolis. Nós respondemos provendo ajuda. Creio na importância de, não só falar, mas também com nossas mãos e nossos pés, representar Jesus. Toda a jornada foi muito intensa e damos graças a Deus porque finalmente chegou o dia do Esperança Rio e o povo de Deus está preparado e mobilizado”, comentou.

Presidente da Associação Evangelística Billy Graham, com sede em Charlotte, Carolina do Norte, nos EUA, desde 2001, Franklin Graham segue o legado de seu pai, o grande evangelista Billy Graham, usado por Deus para alcançar mais de 215 milhões de pessoas em 185 países em 400 eventos evangelísticos.

Franklin conduziu seu primeiro evento evangelístico em 1989 e, desde então, continuou a proclamar o Evangelho, anunciando Cristo por meio de mais de 275 campanhas evangelísticas em mais de 50 países e nos 50 estados estadunidenses.

O próximo evento na praia de Copacabana, Esperança Rio, será a quinta pregação de Franklin no Brasil. Ele já compartilhou a Palavra de Deus em Londrina (1991), Recife (2001), Belo Horizonte (2010) e Fortaleza (2015).

O reverendo, conhecido por seu posicionamento tradicional, alinhado aos conceitos da Bíblia, falou com jornalista sobre vários temas, desde avivamento espiritual até posicionamento cristão diante de questões polêmicas como orientação sexual, sem deixar de passar pelo uso das mídias sociais como ferramenta de evangelismo.

O Melodia News participou da coletiva e a seguir você confere os principais tópicos comentados por Franklin Graham durante este encontro épico para a história do cristianismo no Rio de Janeiro, no Brasil e no mundo.

A missão

Nunca na história do mundo nós colocamos pessoas saudáveis trancadas em casa. Mas recentemente isso aconteceu no mundo inteiro. As pessoas saudáveis estavam presas em suas casas. Muitas pessoas sofreram, a economia sofreu, pessoas perderam seus trabalhos, o comércio fechou, pessoas morreram. Famílias não sabiam o que fazer e para onde ir. E hoje olhamos para o mundo e vemos que não há políticos no mundo que possam resolver o problema que agora existe. Os governos não podem arrumar o problema que nós enfrentamos. O coração humano só pode ser mudado por Deus. E é por isso que viemos ao Brasil. Para pregar o Evangelho. 

Deus ama o Brasil, Ele ama cada pessoa. E Ele enviou o seu Filho amado, Jesus Cristo, para remover os nossos pecados. Jesus não veio para nos condenar, mas para salvar. A Bíblia nos diz que “Deus amou de tal maneira o mundo que deu o seu único filho para que quem nele crê não morra, mas tenha a vida eterna”. E é esta mensagem que eu venho para pregar. 

Eu sou muito agradecido às igrejas pelo apoio delas. Meu filho Will está aqui comigo. O nome dele é William Franklin Graham, o IV. Eu sou William Franklin Graham, o III. E meu pai era William Franklin Graham II. Ele também recebeu esse nome por causa do pai dele.

Meu filho também é um evangelista. E se alguma coisa acontecer e eu não puder pregar, sábado à noite ele irá pregar. Mas eu espero que nada aconteça comigo (risos).

A cruzada de Billy Graham no Maracanã

Apesar de o mundo ter mudado, a mensagem da Cruz não mudou. A necessidade do coração humano não mudou. E as pessoas estão em busca de algo hoje, mas muitos nem sabem o que estão buscando. Eles apenas sabem que não conseguem satisfação, que há um vazio no coração deles. E que somente o próprio Deus pode preencher. 

Eu tenho uma foto em meu escritório em Charlotte, na Carolina do Norte, com o meu pai pregando no estádio do Maracanã. Era uma multidão. Naquela época havia uma pista (geral) ao redor do estádio. E quando o meu pai convidou as pessoas a entregarem suas vidas a Jesus, elas não tinham como atravessar aquela pista com um foço que a separava do gramado. E nos seus lugares, milhares de pessoas ergueram suas mãos sinalizando que haviam aceitado a Jesus.  Nós oramos para que neste sábado à noite outras milhares de pessoas se rendam a Jesus, assim como foi há 48 anos. 

A urgência da pregação

Muitos economistas dizem que o mundo está em direção de uma grande catástrofe. O preço do combustível, dos alimentos irão aumentar. Por causa da pandemia, as pessoas estão bravas, com medo. Nós percebemos mais violência não apenas no Rio, mas em todo o lugar do mundo. 

Jesus falou aos seus discípulos que estas coisas aconteceriam. Muitos acreditam que nós estamos no período da história ao qual Jesus falou, que é a sua volta. Ele falou com seus discípulos a respeito dos sinais aos quais nós deveríamos prestar atenção. Eu sinto que nós estamos nesse ponto da história. Eu creio que há uma urgência para que se pregue o evangelho. Porque a única forma de ir a Deus é através de Jesus Cristo. Há muitas religiões no mundo, mas só existe um Jesus Cristo. Muitas religiões, mas só uma pessoa que pode salvar a sua alma. E esse é Jesus Cristo. 

Nós estamos nesta cidade para dar às pessoas uma oportunidade para que coloquem a sua fé e confiança em Jesus Cristo. E se você vier a Cristo, você precisa se arrepender, deixar os seus pecados. Acredito que existe uma urgência hoje que não havia há 48 anos. Estou muito ansioso para ver o que Deus fará no Esperança Rio, não aquilo que o Franklin Graham fará. Mas o que Deus fará. 

Encorajamento aos pastores

No Reino Unido nós tivemos a oposição de algumas pessoas que não concordam com a Bíblia. E tudo tinha a ver com a questão da sexualidade. Eu acredito que a Bíblia ensina que Deus criou o homem e a mulher. E o seu plano para um casamento é um homem e uma mulher. E isso não mudou. É isso o que eu acredito. Eu tenho sido chamado como um “pregador do ódio” por aqueles que odeiam a Deus. Eles, na realidade, odeiam os padrões de Deus. 

Mas eu não venho pregar contra ninguém em particular, ou nenhum grupo. Eu estou aqui apenas para declarar o que a Bíblia ensina. Eu quero encorajar os pastores e igrejas a se manterem firmes na Palavra de Deus. Não precisamos pedir desculpas. A Bíblia diz que é isso o que devemos ensinar. 

Nós sabemos que Deus nos ama. Como sabemos isso? Porque a Bíblia nos fala isso. Deus também é um Deus que julga. Um dia Ele julgará o pecado. Hoje, Ele está disposto a perdoar o pecado. Mas você precisa vir. E a única maneira possível é através de Jesus Cristo. Não existem muitos caminhos que levam a Deus, apenas um permite chegar até o Pai. E esse é através de Jesus Cristo. Jesus disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai a não ser por mim”. Então, quero encorajar os pastores e igrejas a se manterem firmes na Palavra de Deus.

Por que o Rio?

O Rio de Janeiro é uma das grandes cidades do mundo. E como toda grande cidade tem seus problemas. O problema é o pecado. Eu fui convidado pelas igrejas para estar aqui. Nós temos conversado por muitos anos. Por conta da pandemia, precisamos suspender um pouco as coisas. Mas como eu mencionei antes, a única esperança para o Rio e qualquer outra grande cidade do mundo é Deus. 

O Rio de Janeiro é uma linda cidade. É a minha primeira vez no Rio. E alguém me disse que sim, tem sol aqui. Eu não consegui ver ainda. Mas é uma cidade maravilhosa e o povo do Rio tem sido extremamente amigável. 

Ontem à noite eu comi arroz e feijão, que se tornou uma das minhas comidas preferidas. Ninguém melhor do que o povo brasileiro. Nós amamos o Brasil. E agora estou me apaixonando por essa cidade. 

Batalha espiritual

Estou consciente da batalha espiritual. Elas são as mesmas em todas as cidades do mundo. Elas aparecem de forma diferente, dependendo do lugar. Mas precisamos entender que existe o maligno. A Bíblia fala dele como o diabo; um anjo caído; o que guerreia contra Deus. Ele é um enganador. E ele usa várias religiões para enganar as pessoas. Ele usa o sexo, o álcool e dinheiro para enganar as pessoas. E a gente vê isso em muitas cidades do mundo, inclusive nas pequenas. 

Ele quer atrair as pessoas ao pecado para que elas pensem que irão se divertir e vão ter prazer. Mas isso só leva ao vazio e à morte. Por isso, hoje, há um sentimento de urgência. Talvez não tenhamos muito tempo ainda para pregar o evangelho. Eu tenho insistido com as igrejas que preguem o evangelho e convidem as pessoas a aceitar a Jesus como Salvador. A batalha espiritual está mais intensa a cada dia. E isso não é hora para ficarmos dormindo. Precisamos trabalhar. Por isso que viemos ao Brasil.

Eu estarei pregando o evangelho na praia. Vou convidar pessoas, e minha esperança é que o Espírito de Deus venha até a Praia de Copacabana. E veremos muitas pessoas colocando a sua fé e esperança em Cristo. Confessando os seus pecados e deixando-os para trás. 

Deus pode usar esse momento na praia para ser uma fagulha que vai acender toda essa cidade. Podemos orar para que aconteça um avivamento entre as igrejas. E esse pode ser o início de um avivamento em todo o país. O que pode acontecer? Eu não sei. Mas Deus está trabalhando nesta cidade. Eu creio. Veremos o que Ele fará. 

Espero que cada cristão ore para que Deus segure a chuva. Mas ainda que chova, eu pregarei o evangelho. Eu já preguei na chuva antes. E alguns dos nossos melhores encontros foram debaixo de chuva. 

Influenciadores nas mídias sociais

O meu conselho para qualquer um que use as redes sociais, a internet, é, não acreditar em tudo o que você lê. Tome cuidado. É importante que o jovem se firme na Palavra de Deus. Você se firma na Palavra e depois vê se o que está na mídia é a mesma coisa. Há muita influência no mundo hoje. Mas por trás de algumas está o diabo. Toda influência que é contrária à Palavra de Deus pode ser perigosa, porque ela quer afastar as pessoas de Deus. Parece uma coisa inocente, mas não é.

Eu tenho 4 filhos e 12 netos. Eu já ouvi todo o tipo de argumento. Temos que ter cuidado com o que os nossos filhos leem e assistem. 

A mídia social pode ser muito boa. Eu uso todos os dias para me comunicar com as pessoas. E são muitas pessoas! É como se você fosse dono do seu próprio jornal. Mas eu uso como uma oportunidade para as pessoas entenderem a Palavra de Deus. Algumas vezes eu falo coisas que são provocativas para fazer com que as pessoas pensem, leiam mais. Muitas vezes eu falo algo só para mexer com as pessoas. O meu alvo é comunicar o evangelho através da mídia social. A internet é uma excelente ferramenta. Mas os inimigos de Deus também usam a internet. Por isso temos que tomar cuidado.

Avivamento

Sim, eu creio num avivamento. Por toda a história já vimos grandes avivamentos que mudaram países. E movimentos transformadores saíram desses avivamentos. E o Brasil é visto lá fora como um país cristão. Da mesma maneira as pessoas olham para os Estados Unidos como um país cristão. 

Eu não posso falar suficientemente pelo Brasil, mas pelo meu país. Nós nem de perto somos um país cristão. Somos um país secular. Muito daquilo que fazemos e dizemos é tão contrário aos propósitos de Deus. O Brasil tem uma história com a igreja. Mas ter uma igreja não faz de você um cristão. Você precisa ter um relacionamento com Deus. 

Você pode ter milhares e milhares de pessoas que se identificam com uma igreja em particular, mas elas talvez nunca tiveram um relacionamento com Deus. E eu estou falando de um relacionamento pessoal com Deus. E a única maneira de você ter esse relacionamento pessoal com Deus é através de Jesus Cristo. 

Eu espero que neste fim de semana muitas pessoas passem a ter esse relacionamento. Eu não estou aqui para falar de religião. Estou aqui para falar sobre como você pode ter um relacionamento pessoal com Deus através do seu filho, Jesus Cristo. 

Direção do Espírito Santo

Eu creio que quando uma pessoa confessa o seu pecado e convida Jesus para a sua vida e o seu coração, dali em diante o Espírito Santo de Deus vai para a vida daquela pessoa. Jesus diz: “Nunca me esquecerei de você. Nunca te deixarei”. Eu creio que o Espírito Santo nos ajuda na vida. Ele é um presente não apenas para todos os cristãos, mas para a igreja. Como seguidores de Jesus, algumas vezes cometemos erros. Mas o Espírito Santo, em nosso coração, nos avisa, nos ajuda e nos direciona ao lugar em que deveríamos estar. 

Eu cometi muitos erros na minha vida. E tenho certeza que ainda cometerei muitos outros. Mas o Espírito Santo me ajuda e me guia em cada passo. Eu creio que o Espírito Santo está no coração de todo cristão. 

O convite é para todos

Sabemos que igrejas virão. Nós queremos que as igrejas tragam os seus amigos que não fazem parte de uma igreja. Espero que venham pessoas de todos os tipos de fé. O convite é para todo o mundo. Não excluímos ninguém. Mas esperamos que pessoas que estão em busca de algo venham; aquelas que espiritualmente estão vazias. Aquelas que já procuraram muitas coisas e não encontraram satisfação na vida. Espero que essas pessoas venham e saiam satisfeitas. E que esse vazio do coração possa ser removido. E que elas possam ter um relacionamento com Deus. 

A mensagem que eu falo é para todo o Rio de Janeiro, para todo o Brasil. Para aqueles que vão à igreja e para aqueles que não têm igreja; para os ricos e para os pobres... A mensagem é para todos! O convite é: venham! É de graça!  A gente nem vai tirar oferta. Não iremos pedir dinheiro. É de graça. E é pago por Deus. 

Este tem sido um convite das igrejas. Quatro mil igrejas estão trabalhando conosco. E elas têm um amor por esta cidade. E elas querem fazer um investimento no coração e na vida desta Cidade Maravilhosa.