Rio tem Dia D de vacinação com a aplicação de doses contra doenças como gripe, sarampo e Covid

A Secretaria Municipal de Saúde do Rio (SMS-RJ) realiza neste sábado (04) o Dia D de vacinação. Estarão disponíveis a vacina do sarampo para crianças de seis meses a 4 anos; a da gripe agora está liberada para pessoas maiores de 6 meses; a da Covid-19 para quem ainda tiver alguma dose em aberto e, nas unidades de Atenção Primária, os demais imunizantes do calendário da criança e do adolescente para atualização da caderneta de vacinação, caso haja algum em atraso.

Mais de 450 pontos de vacinação serão disponibilizados para atender a população, entre unidades de saúde e postos extras, das 8h às 17h. A relação com os endereços dos pontos de vacinação, com informações sobre horários específicos de alguns deles e qual terá a vacina da gripe e/ou a do sarampo e/ou a da Covid-19 estará disponibilizada no site da Secretaria Municipal de Saúde, em www.rio.rj.gov.br/web/sms.

– Sábado é dia de vacinação. Se seu filho está na faixa etária das vacinas do sarampo ou da gripe, se já está na idade de tomar a da Covid-19, mas ainda falta alguma dose, não deixe de levá-lo a um posto de vacinação. O mesmo para idosos, gestantes, puérperas e todas as demais pessoas que fazem parte dos grupos prioritários para a campanha de imunização contra a influenza. Vacinas salvam vidas e não podemos vacilar com a saúde de quem amamos – diz o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Prado.

Até o momento, na campanha de vacinação contra a influenza foram aplicadas cerca de um milhão de doses em pessoas dos grupos prioritários listados pelo Ministério da Saúde. A cobertura no momento é de 53% dos idosos; 30% das crianças; 22% das gestantes; 15% das puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). Os dados são constantemente atualizados em https://svs.rio.br/epirio/influenza.html.

Do início da campanha contra a gripe, em abril, até ontem (03) estavam sendo vacinados apenas grupos prioritários, como idosos, profissionais de saúde, crianças até 5 anos de idade, trabalhadores da saúde e gestantes. Agora, o imunizante foi liberado para toda população acima dos 6 meses de idade.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, apenas 38% do público-alvo está vacinado, número bem abaixo da meta de 90% definido pelo estado. A vacina já foi aplicada em 53% dos idosos, nas crianças 32% e nas gestantes, 23%. Apenas 43% dos trabalhadores em saúde foram imunizados.

A população de crianças na faixa etária indicada para as vacinas da gripe e do sarampo é estimada em 353 mil na cidade. Para a campanha contra o sarampo, a vacina usada é a Tríplice viral, ofertada em dose adicional, independentemente da situação vacinal apresentada. Até o momento, 30% das crianças da cidade foram vacinadas contra o sarampo na campanha.

A vacina contra a Covid-19 será ofertada para atualizar esquemas vacinais de todos os públicos já convocados. Crianças entre 5 e 11 anos são duas doses; adolescentes e adultos a partir de 12 anos devem ter ainda o reforço. Já os idosos com 60 anos ou mais devem receber até a segunda dose de reforço. As informações completas estão disponíveis em https://coronavirus.rio/vacina/.

A SMS-Rio orienta que os usuários compareçam às unidades de saúde, sempre que possível, levando um documento de identificação e a caderneta de vacinação.