Rio de Janeiro ganha segundo Bairro Imperial

A quatro meses da comemoração do bicentenário da Independência do Brasil, o prefeito em exercício do Rio Nilton Caldeira sancionou a Lei n° 7.374/2022, que reconhece, por sua importância histórica e cultural, o Bairro de Santa Cruz como Bairro Imperial. Com uma história pouca conhecida pelos cariocas e turistas que visitam a cidade, Santa Cruz será o segundo Bairro Imperial do Rio, fazendo companhia ao bairro de São Cristóvão. Com a sanção da lei, toda divulgação de eventos na região passe a usar a identificação Imperial, além de serem realizadas ações para preservar e divulgar a história do local.

Presidente da Câmara do Rio e um dos autores do projeto, o vereador Carlo Caiado afirma que a proposta ajudará a valorizar a região. “Quando falamos em locais históricos do Rio, é comum pensarmos em São Cristóvão, no Centro, mas poucos cariocas conhecem a história riquíssima de Santa Cruz, que merece ser lembrada, valorizada e principalmente visitada pelos turistas e por quem gosta de conhecer a história da cidade e do Brasil”, destaca.

Na justificativa do projeto, Carlo Caiado reproduz um estudo formulado pelo Núcleo de Orientação e Pesquisa Histórica de Santa Cruz (NOPH-Santa Cruz), que detalha a história do bairro, onde a família imperial instalou sua primeira casa de veraneio, na Fazenda Santa Cruz.

Entre os principais patrimônios que ficam na região estão, a antiga casa de Veraneio da Família Imperial, o antigo Cais Imperial da Baía de Sepetiba, o complexo arquitetônico da Escola Mixta Dom João, as ruínas da Casa do último Vice-Rei do Brasil, a terceira Sede do Matadouro Imperial, o primeiro gerador de energia elétrica afastado do grande centro urbano, a Vila de Operários do Matadouro Imperial e a Fonte Wallace.

Ideia nasce nas comemorações dos 200 anos da Independência

A ideia não nasceu do nada: uma das criadoras do projeto Descubra Santa Cruz RJ, Andressa Lobo viu nas comemorações dos 200 anos da Independência um gancho para destacar toda a memória do bairro onde nasceu e colocá-lo no mapa turístico do Rio. “Em 2008, quando comemoramos os 200 anos da chegada da família real, o bairro de São Cristóvão recebeu o título de Bairro Imperial. Com isso, ele recebeu melhorias de infraestrutura, conservação e transporte”, explica. 

Segundo Andressa, sua experiência como guia também mostrou o potencial do bairro. “Sempre que tinha grupo francês era eu quem levava e as pessoas tinham como referência o palácio pintado por Debret, que na verdade é o palácio de Santa Cruz e não o de Petrópolis. Então quando eles chegavam lá ficavam decepcionados porque não encontravam o que buscavam. Mas as agências não autorizavam que Santa Cruz fosse citada porque não era um roteiro que eles vendiam”, conta.

Também assinam a proposta como coautores os vereadores Eliel do Carmo (DC), Cesar Maia (PSDB), Dr. Marcos Paulo (PSOL), Luciano Medeiros (PSD), Wellington Dias (PDT), Felipe Boró (Patriota), Marcio Santos (PTB), William Siri (PSOL) e Dr. Carlos Eduardo (PDT). 

Passeios

Já existem passeios turísticos pelos principais pontos imperiais da região. As visitas são mensais e precisam ser agendadas pelo Portal Descubra Santa Cruz. Também é possível agendar roteiros para grupos pelo e-mail: caminhadadescubrasantacruzrj@gmail.com.